terça-feira, 2 de junho de 2015

565 vagas serão oferecidas pela UFPB pelo Sisu no segundo semestre de 2015



A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) vai ofertar 565 vagas através do Sistema de Seleção Unificado (Sisu) para 72 cursos de graduação no segundo semestre deste ano. As inscrições poderão ser feitas através do site do Sisu entre os dias 8 e 10 de junho e são gratuitas. As vagas são destinadas a cursos dos campi de João Pessoa, Areia, Bananeiras, Rio Tinto e Mamanguape.

Para fazer parte da lista de espera, o candidato deve entrar no site do Sisu entre os dias 15 e 26 de junho e as universidades terão entre os dias 19 e 26 do mesmo mês para informar as vagas disponíveis no site.Para preenchimento das vagas, o candidato deve ter se submetido ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014 e se inscrever no Sisu. O processo seletivo terá uma chamada, e o resultado será divulgado no dia 15 de junho, no site do sistema. A matrícula deve ser realizada pelos aprovados nos dias 19, 22 e 23 de junho, na instituição para qual o aluno foi selecionado.

Fonte: G1

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Encontro de Ciências Ecológicas da UFPB (ECO- UFPB)





Ecologia é um termo bastante debatido nas ultimas décadas, especialmente sobre seu conceito e abrangência. Diversos ramos da ciência, não só da área natural, mas também de outras como humanas e exatas tem sido "incorporados" ao estudo da casa. O Encontro de Ciências Ecológicas da UFPB (ECO- UFPB) tem como objetivo convidar esses ramos a se encontrarem e nos mostrarem seus frutos mais frescos. O evento será realizado entre os dias 07 e 10 de julho de 2015 no campus IV da Universidade Federal da Paraíba, na unidade de Rio Tinto, tendo como tema “O pensamento ecológico e suas diversas perspectivas”. Seu ponto principal serão a apresentação de palestras, minicursos e mesas redondas, com temas relativos a ecologia, porém, nem todos os ministrantes serão ecólogos, o que proporcionará aos participantes visões diferentes do pensamento ecológico, transmitidas por especialistas em outras áreas, mas que também lidam com a nossa. Terá como objetivo também a apresentação de trabalhos com autoria dos participantes num intuito de que nos mostrem o seu modo de ver a ecologia, o seu pensamento ecológico. Além disso, o evento também trará espaço lúdico, oficinas e atividades culturais durante o evento visando assim uma melhor interação entre os participantes. Esperamos que este evento possa contribuir com diferentes estudos e na discussão do assunto em diferentes áreas das ciências ecológicas. Sintam-se todos convidados e que venha o ECO-UFPB!

Acesse a página do evento: http://1ecoufpb.blogspot.com.br/

sábado, 30 de maio de 2015

FMA DIVULGA AÇÕES PARA SEMANA DO MEIO AMBIENTE



A Fundação Mamíferos Aquáticos (FMA) preparou uma programação especial para celebrar a Semana do Meio Ambiente. De hoje, 27 de maio, a 05 de junho, a instituição realizará palestras e participará de eventos temáticos em estados onde tem atuação, como na Paraíba, Pernambuco e Sergipe. Nestas oportunidades, a FMA levará sua experiência de organização social, sem fins lucrativos, que há 25 anos trabalha na conservação marinha brasileira com atividades de sustentabilidade que desenvolve junto às comunidades. Representantes da FMA apresentarão alguns dos projetos e ações executadas ao longo desses anos, proporcionando a reflexão sobre os desafios atuais e futuros para a conservação do meio ambiente.

“O Dia do Meio Ambiente, 05 de junho, é uma data importante para chamar a atenção e mobilizar pessoas no mundo todo sobre as questões ambientais. Em sua programação, direcionada a diversos perfis de público, a Fundação está abordando algumas problemáticas relevantes relacionadas aos mamíferos aquáticos e destacando sobretudo exemplos de ações positivas voltadas para a conservação”, destaca a técnica de Inclusão Social da FMA, Maíra Braga.

Para dar início às atividades comemorativas, nos dias 27 e 29 de maio, equipe da FMA compartilhará conhecimento com alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Ivanilda Maria dos Santos, em Lagoa de Praia, e da Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Nilo Peçanha, em Cravaçu, ambas localizadas na Área de Proteção Ambiental (APA) da Barra do Rio Mamanguape, região da Paraíba onde a FMA atua com o Projeto Viva o Peixe-Boi Marinho – uma estratégia de conservação e pesquisa para evitar a extinção desta espécie no Nordeste do Brasil. Na ocasião, profissionais falarão sobre o status de conservação e os aspectos biológicos e ecológicos do peixe-boi marinho, considerado o mamífero aquático mais ameaçado de extinção do Brasil.


No dia 03 de junho, a Fundação participará da Semana de Meio Ambiente da Faculdade Frassinetti do Recife – FAFIRE. No evento, a técnica de inclusão social da FMA, Maíra Braga, ministrará uma palestra sobre a importância do envolvimento comunitário para a conservação ambiental. Seguindo a programação do evento da FAFIRE, a pesquisadora-associada Maria Danise Alves irá compartilhar seus conhecimentos sobre mamíferos e tartarugas marinhas no Brasil. Enquanto isso, a FMA estará com equipe de especialistas em um estande, esclarecendo dúvidas envolvendo mamíferos aquáticos e seus habitats, e apresentando os projetos que executa no litoral brasileiro. Os bonecos de pelúcia alusivos ao peixe-boi marinho, peixe-boi amazônico e à baleia-franca, produzidos pela Eco-Oficina Peixe-Boi & Cia – ação de cunho socioambiental que a FMA desenvolve há mais de 20 anos junto à comunidade da Barra de Mamanguape – estarão à venda no evento da FAFIRE.


Também no dia 03 de junho, desta vez em São Cristóvão, na Universidade Federal de Sergipe, a Fundação promoverá a oficina ‘Animais aquáticos e a poluição marinha: uma relação em cadeia’, durante o Seminário Meio Ambiente e Sustentabilidade, que este ano tem como tema ‘Água: desafios para o consumo consciente’. A geógrafa da FMA, Gabriela Valenzuela, explica: “a oficina abordará a maneira como os resíduos sólidos se transformam em lixo marinho e afetam diversas espécies. Serão apresentadas várias formas de interação desses animais com o lixo e com outros tipos de ameaças antrópicas sofridas por mamíferos aquáticos. Para a atividade prática, a oficina irá apresentar as dinâmicas e os fatores que estão associados ao encalhe de golfinho”.


As ações da FMA alusivas à semana do Meio Ambiente finalizarão na APA da Barra do Rio Mamanguape, em 05 de junho. Neste momento, a Fundação receberá alunos do curso de Ciências Ambientais da Universidade Federal de Pernambuco numa palestra-aula sobre o peixe-boi marinho, abordando também os projetos que desenvolve na região. Em paralelo, outra equipe da FMA estará na cidade de Rio Tinto (PB) participando do Dia do Meio Ambiente, com estande informativo e de sensibilização ambiental que será instalado na Praça João Pessoa.

Publicado em 27/05/15 – por Karlilian Magalhães
Fonte:FMA

Professores da UFPB decidem entrar em greve


Professores em assembleia realizada na Reitoria da UFPB, em João Pessoa (Foto: Renata Ferreira/ADUFPB)

Os professores de Universidade Federal da Paraíba (UFPB) decidiram entrar em greve por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira (28), segundo informações da assessoria de imprensa da Sindicato dos Docentes da Universidade Federal da Paraíba (AdufPB). A decisão foi tomada nesta quarta-feira (27) após uma assembleia realizada no auditório da Reitoria, UFPB, em João Pessoa, onde estiveram presentes docentes dos campi de João Pessoa e Litoral Norte. Na ocasião foram contabilizados 277 votos a favor da greve, 215 contra e 6 abstenções.

Na terça-feira, 26, duas assembleias de docentes foram realizadas nas subsecretarias da AdufPB, uma no campus de Bananeiras, no turno da manhã, e outra em Areia, à tarde. Na primeira, 31 votos foram favoráveis a greve, 12 contra e 3 abstenções. Em Areia, 38 a favor, 11 contra e nenhuma abstenção. No total, somando com os votos da última assembleia em João Pessoa, foram: 346 votos a favor, 239 contra e 9 abstenções.De acordo com AdufPB, 2.650 professores vão paralisar suas atividades. A categoria reivindica, entre outras coisas, politica salarial permanente com correção das distorções e reposição das perdas inflacionárias, Índice linear de 27,3%, data-base em 1º de maio, paridade salarial entre ativos e aposentados, combate a toda forma de privatização, regulamentação da jornada de trabalho para o máximo de 30 horas para o serviço público, sem redução salarial. Com a greve, a Coordenação de Escolaridade da UFPB (Codesc) informou que 38 mil alunos da UFPB ficam sem ter aulas.

A assessoria do sindicato dos docentes disse que a primeira assembleia sobre o andamento da greve será realizada no dia 10 de junho em João Pessoa, Areia e Bananeiras.

Fonte:G1

Números de celulares da Paraíba ganham nono dígito a partir de 31-05-2015

Resultado de imagem para pessoa usando celular



Os números dos telefones celulares com código de área 83, da Paraíba, vão ganhar o nono dígito em maio de 2015. O aviso com o cronograma de adoção do nono dígito foi publicado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no Diário Oficial da União. A partir do dia 31 de maio, o dígito nove será acrescentado à esquerda dos números atuais, que passarão a ter o seguinte formato: (83) 9xxxx-xxxx.

A mudança é obrigatória e acontece automaticamente em todos os números de celular com o DDD da Paraíba. Os planos de serviço de telefonia fixa e móvel especializado não sofrem alterações. Segundo a Anatel, os clientes devem se responsabilizar por atualizar a agenda de contatos. O saldo e a validade dos créditos pré-pago ou controle não serão alterados com a mudança.

De acordo com a agência, até 40 dias após a mudança, as ligações com oito dígitos serão completadas para adaptação das redes e usuários, e gradualmente haverá interceptações e os usuários receberão mensagens com orientações sobre a nova forma de discagem.

Passado este período, as chamadas feitas com oito dígitos não serão completadas e os usuários serão orientados a usar a nova numeração. Mensagens SMS e MMS não serão enviadas se forem usados oito dígitos. Após o dia 9 de setembro, as chamadas feitas sem o nono dígito não serão completadas e os usuários ouvirão a mensagem de número inexistente.

Além da Paraíba, os estados de Alagoas, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Piauí também terão a adoção do nono dígito em maio. Segundo a Anatel, a mudança nos códigos de acesso do serviço móvel pessoal visa aumentar a disponibilidade de números de celulares e atender à crescente demanda de novos usuários no Brasil. Atualmente, o nono dígito já foi implantado nos estados de São Paulo (DDDs 11 a 19), Rio de Janeiro (21, 22 e 24), Espírito Santo (27 e 29), Amapá (96), Amazonas (92 e 97), Maranhão (98 e 99), Pará (91, 93 e 94) e Roraima(95).

Fonte: G1